23 lugares imperdíveis para conhecer no Chile

BY: Andrea Romani Zerbini
10/09/2018
COMENTÁRIOS: 0

1 - Vale da Lua e Vale da Morte

No deserto do Atacama, uma das grandes atrações estão no trecho que envolve a Cordilheira de Sal, o Vale da Lua e o Vale da Morte. Formações rochosas de formato curioso se juntam às dunas que relembram uma galáxia distante. O terreno é fértil para quem curte trekking, sandboard e passeios de bike. O lugar místico fica a poucos minutos de San Pedro, a cidade-sede da região.

 

2 - Cajon del Maipo

Descendo pelos pés da Cordilheira dos Andes, o rio de Maipo é a fonte de energia deste povoado, considerado o pulmão verde de Santiago. A adrenalina é um de seus principais atrativos, seja em raftings velozes, canoying, bungee jumping ou escalada. As experiências se prolongam até sítios paleontológicos, passeios a cavalo e diversão em piscinas cristalinas.

 

3 - Torres del Paine

De paisagem única e surreal, Torres del Paine é um dos lugares mais desejados do Chile. Com picos de granito de até 2.900 metros de altura, pampas desertas, lagos azuis, geleiras do tamanho do Havaí e rios onde se avistam icebergs, o parque nacional permite o contato absoluto com a natureza. Ali vivem mais de 100 espécies diferentes, que ajudam a tornar essa Reserva da Biosfera um dos redutos preservados mais impressionantes do mundo, considerado também um dos melhores para a prática de trekking. Para visitar o Parque Nacional Torre del Paine é recomendado ficar em El Calafate na Argentina.

 

4 - Ilha de Páscoa

Próxima ao Chile, a ilha polinésia, também conhecida como Rapa Nui, tem como ícone as estátuas Moai, que foram criadas pelos povos ancestrais. Mas nem só delas vive a região, que está repleta de outras esculturas curiosas, paisagens incríveis entre vulcões e praias desertas, além da cultura, bem exótica e totalmente diferente do que se vê na América Latina.

 

5 - Cavernas de Mármore

No meio do lago General Carrera está a Capilla de Mármol, capela de mármore que mescla as cores azul e cinza, formando um belo cenário junto com a água turquesa. A formação rochosa inclui túneis, pulares e caves de carbonato de cálcio formada pela ação de ondas nos últimos 6 mil anos, durante a era glacial da Patagônia Chilena.

 

6 - Gêiseres del Tatio

Entre as atrações mais instigantes do Atacama estão os Gêiseres del Tatio. Junto da gruta El Lazzi, o campo geotérmico fica em meio ao Vale da Lua, tendo sua melhor forma antes do sol nascer. O vapor e os jatos d’água a 4.200 metros de altura são fonte de uma nascente termal, que tem ponto de ebulição a 80ºC e pode ser visitada pelo público. O espetáculo requer apenas um sacrifício: acordar de madrugada! Seu esplendor é entre 6h e 7h.

 

7 - Castro

A pequena cidade de Castro oferece uma experiência diferente aos viajantes. Isso porque ela se forma em palafitas, passarelas e colunas de madeira que sustentam casas suspensas acima de rios. Ali é possível conhecer restaurantes marinhos, lojas de artesanato, os festivais típicos e o Parque Nacional Chiloé, formado por lindas colinas e vegetação.

 

8 - Corralco

Depois de Bariloche fazer um baita sucesso, é hora de explorar novos destinos nevados na América do Sul. Um deles é Corralco, onde os visitantes se divertem em estações de esqui e snowboard. A temporada de neve abundante segue do mês de maio até meados de outubro, onde as temperaturas ficam entre -8ºC e 4ºC. Após um dia cheio de adrenalina e diversão, basta descansar nos aconchegantes hotéis da região.

 

9 - Salar de Tara

A 4.300 metros acima do nível do mar, entre os vulcões da Reserva Nacional Los Flamencos, o Salar de Tara é um dos atrativos da região de Antofagasta. Em uma superfície erodida de 48 km² se avistam lagoas, rios e veigas, onde vivem raposas, gaivotas andinas e flamingos.

 

10 - Reserva de Huilo Huilo

A 690 km de Temuco, a região de Los Ríos é, como supõe o nome, onde estão algumas das corredeiras e quedas d’água mais encantadoras do país. Dentro da Reserva de Huilo Huilo estão cachoeiras com mais de 50 metros de altura, lagoas e praias virgens, além de um bosque úmido onde se encontram flora e fauna únicas no mundo. Esportes náuticos, trekking, cavalgada e pesca esportiva são alguns de seus atrativos, além de atividades na neve quando é inverno.

 

11 - Ilha Negra

Um dos maiores pontes turísticos do Chile, a “Isla Negra” ganhou fama por causa do poeta Pablo Neruda. A jornada inspiradora começa exatamente na casa à beira mar que pertenceu ao consagrado escritor, onde elementos e objetos pessoais nos levam ao seu imaginário lúdico. Pelo caminho há construções de alma hippie dos anos 1960, além de uma feira de artesanato rústico, com criações de artistas locais.

 

12 - Baía Inglesa

Com água azul turquesa e areias brancas, a Baía Inglesa está ao Norte do país, na região do Atacama, onde há mais de 30 praias. Embora se destaque por sua infraestrutura e beleza, não espere temperaturas muito altas. Esportes aquáticos e kitesurf são favorecidos pelas ótimas condições costeiras.

 

13 - Osorno

No sul do Chile, as paisagens ao redor do inativo vulcão Osorno, que tem seu cume sempre nevado. Com forte artesanato e um povo acolhedor, a cidade também não deixa a desejar. Os passeios de esticam até o O parque Nacional Puyehue, onde há lagoas glaciais, spas sofisticados e atividades de aventura. A região de Los Lagos favorece as plantações de tulipas, trazendo cores ao cenário que contrastam perfeitamente com o pico vulcânico. 

 

14 - Sewell

Conhecida como a “cidade das escadas”, Sewell foi erguida nas ladeiras do Monte Negro, em plena Cordilheira dos Andes. Por conta de seu legado mineiro e sua arquitetura histórica, é considerada Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

 

15 - Deserto Florido

Parece loucura, mas no Chile é possível ver o deserto do Atacama florescer. O fenômeno entre julho e novembro acontece por conta do El Niño, que aquece as águas do oceano e acabou por fazer brotar 1800 espécies de plantas, como pequenas e coloridas flores, no deserto mais árido do mundo. Inusitado, acabou acontecendo duas vezes no ano de 2015, uma no outono e outra no verão. A região, queridinha dos brasileiros, também é ótima para observação de estrelas, trekkings, canoagem e outras atividades aventureiras.

 

16 - Iquique

Se você curte a adrenalina pulsando nas veias, não pode deixar de considerar uma ida à Iquique, capital da região de Tarapaca. Ali, os paragliders se divertem na maior duna do Chile e, com pouco esforço, voam mais de 1000 metros de altura a partir do chão. Considerada uma das cidades mais importantes e mais visitadas do país, o destino entre o Deserto do Atacama e o oceano Pacífico reúne ainda história e cultura maia. O público também visita o Parque Nacional Vulcão Isluga, as Termas de Mamiña, entre outras atrações que você confere aqui.

 

17 - Vale do Elqui

Um dos vales mais importantes do país, o Elqui é sinônimo de ótimas colheitas de uvas para a produção de vinhos como o Syrah e o Carmenére. O enoturismo é um dos grandes atrativos, passando por vinhedos, plantações que servem para produzir o Pisco, bebida típica do Chile, e pequenas cidades como a pitoresca Vicuña, onde nasceu a poetisa e Prêmio Nobel de Literatura Gabriela Mistral. Para quem curte aventura, a região também não deixa a desejar, além de ser ótima para a observação das estrelas, já que possui o primeiro Santuário Internacional de Céus Escuros do Mundo.

 

18 - Ilha Robinson Crusoé

Para se desligar do mundo, visite essa ilha deserta banhada pelo oceano Pacífico e deixe que as fantasias do escritor Alan Defoe te embalem. Depois de se maravilhar com os penhascos costeiros, mergulhe nas profundas águas cristalinas, que são os lar de criaturas marinhas curiosas, na companhia de leões marinhos de dois pelos, uma espécie típica dessa Reserva da Biosfera. A vida no mar é apreciada sempre, seja em passeios de vela, na prática da pesca ou ao saborear peixes e crustáceos em chalupas, botes equipados com uma pequena cozinha.

 

19 - Parque Nacional Malalchuello

Muitas aventuras e encantamento te esperam nos mais de 12 mil hectares da Reserva Nacional Malalcahuello. Guarde seu fôlego para percorrer vulcões e crateras a bordo de uma bike, passando por córregos, riachos, rios e lagos. Em cada época do ano se avista uma nova paisagem, seja com flores na Primavera, trilhas verdinhas no verão ou bosques nevados durante o inverno.

 

20 - Pukará de Quitordo

As ruínas de uma fortaleza pré-colombiana são um dos grandes atrativos para quem vai a San Pedro do Atacama. Localizada a cerca de 3 km dali, o local foi erguido por seu próprio povo no século 12, como forma de defesa contra os ataques e invasões incas. Além de um museu, conta com mirantes de onde se avistam boa parte dos arredores.

 

21 - Termas Geometricas

Na área vulcânica de Pucón há um bocado de estâncias hidrotermais, porém uma das mais famosas são as Termas Geometricas. As piscinas naturais rodeadas por vegetação têm temperaturas entre 35 e 45°C. Seu nome faz sentido devido ao formato das termas, arquitetadas onde corre a água de duas cachoeiras. É para relaxar e curtir o visual!

 

22 - Piedras Rojas

Descubra as variações das tonalidades do deserto do Atacama em um passeio até Piedras Rojas, uma impressionante formação geológica no Salar de Aguas Calientes. Em plena Cordilheira dos Andes, a paisagem avermelhada a 4 mil metros de altura se justifica pela oxidação do ferro, abundante na região.

 

23 - Valparaíso

Entre duas colinas, a cidade é a segunda mais visitada entre as chilenas, encantando turistas nacionais e estrangeiros. A faixa litorânea, os morros, as artes, os edifícios coloniais do século 19 e uma das casas do famoso poeta Pablo Neruda são o que tornam o lugar tão especial. Vale a pena seguir rumo a Viña del Mar e à Rota 68, onde estão alguns dos melhores vinhos da região.

 

Post por Brunella Nunes
Fotos reprodução/via Chile Travel

 

Via Quanto custa viajar

50
Categoria: Destinos

Andrea Romani Zerbini

Há mais de 16 anos no mercado de turismo, essa é minha paixão desde os meus 19 anos. Sou Turismóloga: já trabalhei em companhia aérea, agências de viagem particulares e especializadas em atendimento corporativo. Aos 24 venci a insegurança e montei meu próprio negócio. O que mais me cativa é o relacionamento com diferentes públicos todos os dias: fazer parte do planejamento e assessoramento de suas viagens é o que me realiza.

Comentários

Comentar Publicação

Andrea Romani Zerbini

Há mais de 16 anos no mercado de turismo, essa é minha paixão desde os meus 19 anos. Sou Turismóloga: já trabalhei em companhia aérea, agências de viagem particulares e especializadas em atendimento corporativo. Aos 24 venci a insegurança e montei meu próprio negócio. O que mais me cativa é o relacionamento com diferentes públicos todos os dias: fazer parte do planejamento e assessoramento de suas viagens é o que me realiza.

Instagram

Mais Visitados

Área Restrita

Portofino Turismo © 2018 - Todos os direitos reservados | MaPa.


Razão Social: H.R. Turismo e Passagens Ltda.     CNPJ: 06.256.161/0001-27